Pilar do Sul recebe Projeto Ademar Guerra

Encontro Regional de Teatro realizado pelo Governo do Estado acontece em Pilar do Sul

 Por: Jéssica Nascimento 

Pilar do Sul, interior de São Paulo, sedia o Encontro Regional de Teatro do Projeto Ademar Guerra, um projeto realizado pela Secretaria da Cultura do Governo de Estado de São Paulo. Essa é a terceira edição de 2013, em que participaram vinte e três grupos das macrorregiões de São Paulo, Campinas, Sorocaba, Santos, Registro e São José dos Campos. O encontro ocorreu nos dias 24 e 25 de agosto, no Centro Estudantil e Comunitário e no Auditório da Secretaria de Educação. A realização do evento contou com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo e Prefeitura Municipal.

O Projeto Ademar Guerra apoia grupos de teatro do interior do estado de São Paulo, visando fomentar novos grupos fora do eixo da grande São Paulo. Os grupos selecionados e participantes contam com orientação de estagiários que acompanham e colaboram nas pesquisas e montagens dos espetáculos. O encontro regional é realizado todo ano no mês de agosto para reunir os artistas para receberem orientações.

Durante os dois dias de encontro, os grupos de Pilar do Sul, Santa Bárbara d’Oeste, Campinas, Jaguariúna, Pirassununga, Piracicaba, Indaiatuba, Itariri, Juquiá, Santos, Bertioga, Suzano, Guararema, Osasco, Bananal, Caraguatatuba, São José dos Campos, Anhembi, Riversul, Cerquilho, Botucatu e Tatuí participaram da Oficina “Gêneros, Estilos, Formas – a Literatura Dramática na Linha do Tempo”, ministrada por Mauro Júnior, assistente de curadoria do projeto.

Com o objetivo de incentivar o estudo de textos teatrais, a oficina contribui para a melhoria do trabalho do ator/diretor. “Isso abre nossos olhos para que possamos ter uma leitura completa de um texto, pois o texto não é somente o que está escrito em si, mas o que está por trás das entrelinhas, como nos textos dramaturgos. Para fazer uma peça, deve ser feita uma leitura profunda do texto, ler com outros olhos e ver o que ninguém vê”, conta Camila Amaral, atriz do grupo de Pilar do Sul, “Escarafunchar”.

Depois da oficina, cada grupo apresentou um pouco do trabalho aos curadores artísticos do projeto e aos grupos presentes, cenas com o tempo total de no máximo vinte minutos sem uso de muito cenário e adereços. Depois da apresentação das cenas, orientações, elogios e críticas foram feitas aos grupos por Sérgio Ferrara e Mauro Júnior, curadores artísticos do projeto, apontando o que deveria ser melhorado e o que deveria continuar.

Segundo Júnior, o objetivo dos encontros regionais é o compartilhamento de experiências entre os grupos. “Quando grupos de várias formações se reúnem e apresentam seu trabalho há uma troca de experiências, de materialidade. Isso é sensacional”, completa.

Para Thaís Almeida, atriz do grupo de Tatuí “Atores em Conserva”, o encontro foi bem proveitoso e seu grupo gostou bastante. “Além de apresentarmos o nosso trabalho, nesse encontro temos uma grande troca de experiências, e isso enriquece nossa visão sobre o teatro”, diz Thaís.

Para incentivar os participantes, o encontro disponibilizou dois espetáculos que estão em circulação pelo Ademar Guerra, “O Arquiteto e O Imperador da Assíria” da Cia. de 2 e “Quadrado” do Núcleo 2 de Teatro, resultados dos diálogos artísticos e das orientações feitas pelo projeto junto com o trabalho do grupo.

“Nossa cidade não tem muita influência no teatro, mas nós ficamos muito felizes com a realização do encontro em Pilar do Sul. Agora essa sementinha foi plantada aqui, para que a cultura do teatro cresça cada vez mais”, ressalta Miguel Francisco Castanho Tavares, Secretário de Cultura e Turismo de Pilar do Sul.